A Adesão às Práticas Agroecológicas e as Motivações para a Transição Agroecológica: Noções de Agricultores Familiares de Campinhos município de Roca Sales – RS
PDF

Palavras-chave

Agricultura familiar
agroecologia
produção convencional.

Como Citar

Bastian, L., & Dal Soglio, F. K. (2009). A Adesão às Práticas Agroecológicas e as Motivações para a Transição Agroecológica: Noções de Agricultores Familiares de Campinhos município de Roca Sales – RS. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8294

Resumo

A transição agroecológica enquanto uma forma de produção mais sustentável está alicerçada nas motivações que asseguram a agricultores familiares troca entre diferentes modos de produção. Nesta busca por sustentabilidade é que se identificam aqui quais podem ser as causas para esta transição e quais as noções de agricultores familiares das práticas agroecológicas. Para responder a estas questões optou-se por realizar a pesquisa em Roca Sales - RS e para atingir os objetivos utilizou-se basicamente de amostra não-probabilística intencional e entrevistas não estruturadas. Os resultados indicam que a migração para a transição encontra barreiras e dificuldades de produção e comercialização de frutas produzidas de modo agroecológico e não está ligada a descrença quanto às práticas agroecológicas. Neste sentido, a opção por continuar a produzir de modo convencional está conjugada com as garantias de geração e manutenção de oportunidades para a produção da família.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são da autoria, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.