Atividade Antimicrobiana in vitro de produto a base de Saccharomyces boulardii contra Phakopsora pachyrhizi
PDF

Palavras-chave

Ferrugem asiática
germinação
Floratil

Como Citar

Marini, D., Dartora, J., Kotz, T. E., Freiberger, M. B., Pauletti, D. R., & Stangarlin, J. R. (2009). Atividade Antimicrobiana in vitro de produto a base de Saccharomyces boulardii contra Phakopsora pachyrhizi. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8290

Resumo

A ferrugem asiática causada pelo fungo Phakopsora pachyrhizi, é controlada principalmente pela aplicação de fungicidas. Devido ao custo elevado e aos problemas ambientais gerados, tem-se buscado métodos alternativos de controle. O objetivo deste trabalho é avaliar a atividade antimicrobiana in vitro do produto comercial Floratil (Merck) a base de Saccharomyces boulardii sobre a germinação de P. pachyrhizi. As concentrações testadas de Floratil foram de 25; 15; 5; 0,5; 0,05; 0,005 mg mL-1, além de água destilada esterilizada e fungicida (azoxystrobin 100 mg i.a.L-1). Dentre os tratamentos o fungicida foi o que teve maior eficiência. Verifica-se que a concentração de 25 mg mL-1 de Floratil (Merck), proporcionou maior inibição da germinação, porém esta é estatisticamente semelhante as concentrações de 15; 5 e 0,005 mg mL-1, além da testemunha água. Com base nos resultados pode-se concluir que existe potencial do Floratil (Merck) no controle da germinação de esporos de P. pachyrhizi.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.