Produtividade do Arroz de Terras Altas Após o Cultivo de Plantas de Cobertura no Cerrado Goiano
PDF

Palavras-chave

cupim
manejo do solo
adubo verde

Como Citar

Barbosa, L. H. A., Mata, W. M. da, Ferreira, E. P. de B., & Didonet, A. D. (2009). Produtividade do Arroz de Terras Altas Após o Cultivo de Plantas de Cobertura no Cerrado Goiano. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8269

Resumo

Este trabalho teve como objetivo avaliar o efeito de diferentes culturas de cobertura do solo na produção do arroz de terras altas em sistema convencional (SPC) e direto (SPD) de preparo de solo, sob sistema orgânico de produção. Foram utilizadas como plantas de cobertura do solo o guandu, a crotalária, a mucuna, o sorgo e o pousio (vegetação espontânea) como tratamento controle. O delineamento experimental utilizado foi blocos inteiramente casualizados, em parcelas subdivididas, com quatro repetições. Foram determinados o número de perfilhos, de panículas e a produtividade do arroz de terras altas. As parcelas sob SPD foram completamente destruídas pelos cupins, não se obtendo resultados neste sistema de manejo do solo. Sob SPC, o número de panículas e a produtividade de grãos foi maior quando o arroz foi cultivado após crotalária, guandu e mucuna e menor quando cultivado após sorgo e pousio.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.