Utilização da Água Residuária de um Sistema de Criação de Tilápias do Nilo (Oreochromis niloticus) no Cultivo de Alface (Lactuca sativa) em uma Unidade Familiar de Produção Rural – Mandalla
PDF

Palavras-chave

reuso da água
fertilidade do solo
equilíbrio ambiental e nutricional

Como Citar

Cunha, L. de M. V. da C. C. L. M. V. da, Kobayashi, M. K., Mota Nobre, S. A., & Alkmim, L. M. (2009). Utilização da Água Residuária de um Sistema de Criação de Tilápias do Nilo (Oreochromis niloticus) no Cultivo de Alface (Lactuca sativa) em uma Unidade Familiar de Produção Rural – Mandalla. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8229

Resumo

A produção de alimentos de qualidade, com níveis adequados de nutrientes, a partir do reuso da água pode ser um grande avanço no setor agrícola, desde que haja o manejo adequado dos resíduos em busca da preservação ambiental, da manutenção da fertilidade do solo e da segurança alimentar. Este trabalho teve como objetivo avaliar os efeitos da aplicação da água da criação de Tilápia do Nilo sobre a cultura da alface lisa Regina, avaliando dois sistemas de irrigação: microaspersão adaptado e gotejamento superficial; dois tipos de água: água residuária de um sistema de criação piscícola e água da Barragem Bico da Pedra e duas profundidades de solo: 0 a 20 cm e 20-40 cm. A água residuária da criação de peixes exerceu influência nutricional sobre as plantas e sobre o solo, apresentou maior teor de nutrientes em relação à água de irrigação oriunda do represamento do Rio Gorutuba e o sistema de irrigação por gotejo superficial, mostrou maior segurança quanto à dispersão de fósforo no solo.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.