Exploração Madeireira de Pequena Escala na Amazônia Central: Uma Ameaça aos Sistemas Agrícolas Tradicionais?
PDF

Palavras-chave

manejo da paisagem
extrativismo madeireiro
agrobiodiversidade

Como Citar

Kurihara, L. P., & Cardoso, T. M. (2009). Exploração Madeireira de Pequena Escala na Amazônia Central: Uma Ameaça aos Sistemas Agrícolas Tradicionais?. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8226

Resumo

A região do rio Negro é composta na sua maioria por indígenas e caboclos ribeirinhos. Estas populações habitam as margens dos rios e a terra-firme, e desenvolveram estratégias de múltiplos usos para acesso aos recursos naturais. No baixo rio Negro persiste uma forte relação entre o extrativismo e a agricultura tradicional. Essa relação se expressa através de ciclos determinados pelos mercados locais e regionais e pelas trajetórias particulares. A especialização das atividades produtivas, principalmente para atender as demandas do mercado, pode estar ameaçando a dinâmica cultural e ao modo de vida local, principalmente ao manejo da agrobiodiversidade.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.