CULTIVO DE MELÃO UTILIZANDO COMPOSTOS ORGÂNICOS
PDF

Palavras-chave

Cucumis melo
gotejamento
agricultura orgânica
qualidade de frutos

Como Citar

Pinto, J. M., Gava, C. A. T., Silva, A. F., Lima, M. A. C. de, Costa, N. D., & Silva, D. J. (2009). CULTIVO DE MELÃO UTILIZANDO COMPOSTOS ORGÂNICOS. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8185

Resumo

Realizou-se na estação experimental de Bebedouro, Petrolina, PE, um estudo com objetivo de avaliar efeito no cultivo de meloeiro de cinco compostos orgânicos, cujas formulações constituíram combinações de capim elefante; bagaço de coco; esterco caprino; torta de mamona; sulfato de potássio e termofosfato. Avaliaram-se as produtividades total e comercial, características químicas (teor de sólidos solúveis totais, acidez total e pH) e físicas (perda de massa e firmeza da polpa) do fruto. As maiores produtividades comerciais foram 27,13; 26,58; 26,45 t ha-1 para formulações de compostos: 77% de bagaço de coco + 20% de esterco caprino + 3% de termofosfato; 50% de capim elefante + 40% esterco caprino + 10% de torta de mamona; e 50% de capim elefante + 40% esterco caprino + 10% de torta de mamona na dose de 10 L m-1, respectivamente, Não houve efeito significativo dos compostos orgânicos nas características químicas dos frutos do melão. O manejo orgânico causou a perda de massa e reduziu a firmeza da polpa, durante o armazenamento.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.