Assentamento Rural e Sistemas Agroflorestais no RS:  a Experiência de Princípios Agroecológicos  no Assentamento 19 de Setembro
PDF

Palavras-chave

cultura
sustentabilidade
campesinato

Como Citar

Fraga Bolfe, A. P., & Bergamasco, S. M. (2009). Assentamento Rural e Sistemas Agroflorestais no RS:  a Experiência de Princípios Agroecológicos  no Assentamento 19 de Setembro. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8174

Resumo

Este trabalho apresenta parte da pesquisa Sistemas Agroflorestais e Identidade Cultural: caminhos da sustentabilidade na agricultura familiar, que está relacionada aos sistemas agroflorestais junto aos agricultores familiares assentados do Assentamento 19 de Setembro apresentando a relação dos agricultores com os sistemas e algumas lições dessa prática: a otimização de espaços, a sustentabilidade, produção e sua diversidade. Mostra-se a necessidade de começar com pequenas experiências, pois talvez numa perspectiva agroecológica os sistemas agroflorestais sejam aqueles que mais exigem uma mudança de atitude, de paradigma, para serem devidamente compreendidos, pois ao criar uma agrofloresta o agricultor está agindo positivamente sobre o manejo da paisagem, nos processos naturais, no sentido de otimização da vida, ao invés de orientar-se pelos objetivos de lucro e máxima rentabilidade, sendo alternativa possível para responder as questões ambientais e de produção nos assentamentos rurais.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.