Temperatura da Água e Tempo de Exposição na Superação da Dormência de Sementes de Pterogyne nitens Tul.
PDF

Palavras-chave

Conservação
germinação
propagação
reflorestamento
vigor

Como Citar

Martins Neto, F. L., de Oliveira Júnior, O. A., & Naomi Matsumoto, S. (2009). Temperatura da Água e Tempo de Exposição na Superação da Dormência de Sementes de Pterogyne nitens Tul. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8163

Resumo

Considerando o potencial produtivo da madeira-nova (Pterogyne nitens) em atividades florestais e em programas de conservação, estudos para superação de dormência de suas sementes possibilitarão a sua propagação contínua por meio de mudas e, conseqüentemente, o desenvolvimento de sua cadeia produtiva. Assim, objetivou-se avaliar a possibilidade de superação de dormência de sementes desta espécie com uso de água quente (banho-maria a 60ºC) em quatro períodos de exposição (2,5, 5,0, 7,5 e 10,0 minutos), verificando o percentual de germinação e o seu índice de velocidade (IVG), fatores importantes na determinação do vigor de mudas. A imersão em água a 60ºC, em banho-maria, em períodos igual ou superior a 5 minutos promoveram maiores valores de germinação. Todos os períodos de imersão em água promoveram maior índice de velocidade de germinação (IVG) em relação a testemunha.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.