Análise da interação entre fragmentos florestais e sistemas convencionais de cultivo, a partir da análise química de solo
PDF

Palavras-chave

Fragmentação
química do solo
efeito de vizinhança.

Como Citar

Ribeiro, I., Uzêda, M. C., Valadares, R., Valadares, R., Iguatemy, M., & Iguatemy, M. (2009). Análise da interação entre fragmentos florestais e sistemas convencionais de cultivo, a partir da análise química de solo. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8137

Resumo

Em áreas altamente fragmentadas é de extrema importância a adoção de práticas agrícolas compatíveis a conservação dos processos ecológicos. Este trabalho teve como objetivo avaliar os impactos de diferentes intensidades de uso do solo no entorno de fragmentos florestais, a partir da avaliação de características químicas do solo nas áreas do entorno e no interior do fragmento. As amostras de solo foram coletadas em seis fragmentos situados na Bacia do Rio Macacu com dois tipos de uso da terra no entorno, sendo: cultivo de milho e pasto extensivo. Foram feitas análises de pH, Al, Mg, Ca, P, K, C e matéria orgânica nas amostras de solo coletadas em duas profundidades 0-10 e 10-20 cm do solo e seus resultados analisados estatisticamente. Os resultados encontrados indicam haver a possível efeito de deriva de fertilizantes minerais utilizados nos sistemas agrícolas de cultivo de milho sobre os fragmentos de mata nativa, podendo influenciar a regeneração dos fragmentos.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.