Aplicação de Biofertilizantes e Esterco Bovino em Sistema de Base Ecológico Para a Cultura do Pimentão
PDF

Palavras-chave

Capsicum annuum L.
agroecologia
agricultura orgânica
manejo do solo
adubação orgânica

Como Citar

Ferreira, L. L., Santos, D., Marini, F. S., Silva, V. F., Almeida, D. G., & Ribeiro, T. S. (2009). Aplicação de Biofertilizantes e Esterco Bovino em Sistema de Base Ecológico Para a Cultura do Pimentão. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8098

Resumo

O uso de tecnologias de baixo custo, na adubação, para o manejo de solos apresenta uma importante função nas melhorias das características químicas e físicas dos solos, como o uso de compostos de estercos e de biofertilizantes. O trabalho teve como objetivo avaliar a aplicação no solo de dois tipos de biofertilizantes líquidos (Biofertilizante Puro e Agrobio), preparados anaerobicamente, e esterco bovino nas características químicas do solo e nas nutricionais da cultura do pimentão. O delineamento utilizado foi o DBC com cinco tratamentos e três repetições com 10 plantas por parcela. Os tratamentos foram assim constituídos: esterco bovino (EB); biofertilizante puro (BP); esterco bovino + biofertilizante puro (EB+BP); esterco bovino + Agrobio (EB + AB) e a testemunha sem adubação. O EB foi aplicado via solo na quantidade de 4 L por planta e o BP e o Agrobio foram aplicados via solo na quantidade 15 L m-2. O tratamento que melhor se comportou foi o que se utilizou o esterco bovino.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.