Melhoramento Participativo de Variedades Locais de Milho nas Associações de Desenvolvimento das Microbacias de Guaraciaba - SC.
PDF

Palavras-chave

Agrobiodiversidade
pesquisa participativa
sementes.

Como Citar

Guadagnin, C. A., Guadagnin, C. M. I., & Canci, A. (2009). Melhoramento Participativo de Variedades Locais de Milho nas Associações de Desenvolvimento das Microbacias de Guaraciaba - SC. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8093

Resumo

A importância da cultura do milho para a agricultura familiar do extremo-oeste de Santa Catarina e a valiosa agrobiodiversidade presente nas comunidades locais, tem motivado ações de Pesquisa Extensão e Aprendizagem Participativa (PEAP) entre agricultores das Associações de Desenvolvimento de Microbacias (ADMs), extensionistas da EPAGRI e projeto Microbacias 2, professores e estudantes do Núcleo de Estudos em Agrobiodiversidade (NEABio/UFSC) a desenvolver experiências de resgate, caracterização, conservação e melhoramento participativo de variedades locais de milho, utilizando estratégias participativas e envolvendo sistemas agroecológicos de produção. A prática de diferentes métodos de melhoramento participativo permite a autonomia dos agricultores familiares através da produção de sementes próprias, a redução dos custos de produção e a conservação das variedades locais de modo a valorizar o papel dos agricultores no processo de tomada de decisão para a construção de novos conhecimentos.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.