Qualidade da Alimentação dos Detentos da Cadeia Pública do Município de Areia-PB Após a Horta Orgânica
PDF

Palavras-chave

Extensão
saúde
ser humano

Como Citar

Santos Junior, N. E., Araújo, T. L., Farias, G. A., Maia, D. P., Santos, D., & Marini, F. S. (2009). Qualidade da Alimentação dos Detentos da Cadeia Pública do Município de Areia-PB Após a Horta Orgânica. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8089

Resumo

A extensão é a forma de educar o homem que depende de um meio ambiente saudável. O projeto desenvolveu-se no município de Areia-PB, no ano de 2008. A horta foi implantada com os detentos da Cadeia Pública Municipal, tendo as seguintes culturas: alface, coentro, cebolinha, cenoura, rabanete, couve, pimentão e quiabo, em canteiros dimensionados em 1,0 x 3,0 m e 1,0 x 2,0 m. O questionário avaliou mudanças na alimentação, diferença na coloração e mudança no sabor dos alimentos após a implantação da horta. O questionário foi aplicado em 18 detentos dos 37 alojados. Os dados foram analisados na planilha do excel com gráficos tipo pizza. O resultado foi que 100 % dos entrevistados perceberam mudança na alimentação do presídio. Destes, 50, 28 e 11 % dos entrevistados acharam que a mudança foi boa, regular ótima ou excelente, respectivamente. Para a coloração e o sabor dos alimentos 55, 28, 11 e 6 % responderam que foi, respectivamente, boa, regular, excelente e ótima.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.