Extratos Vegetais Na Qualidade Fisiológica e Sanitária De Sementes De Zínia.
PDF

Palavras-chave

Zinnia elegans
sanidade
germinação
floricultura.

Como Citar

Girardi, L. B., Lazarotto, M., Müller, J., Durigon, M. R., Brião Muniz, M. F., & Blume, E. (2009). Extratos Vegetais Na Qualidade Fisiológica e Sanitária De Sementes De Zínia. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8061

Resumo

A zínia é uma espécie muito utilizada na floricultura ornamental, pelo fato de apresentar grande durabilidade da flor e ter rusticidade, sendo uma alternativa de diversificação da pequena propriedade. O objetivo do presente trabalho foi testar diferentes extratos, de mesma concentração, na sanidade e germinação de sementes de Zinnia elegans. No teste de sanidade foi observado que o extrato de alho reduziu a incidência de Fusarium spp., Alternaria spp. e Curvularia spp. em relação à Testemunha. Para os demais fungos, não houve diferença significativa entre os tratamentos. O extrato de hortelã destacou-se pelo fato de aumentar (em 9,5%) a percentagem de plântulas normais e reduzir (em 5%) a percentagem de plântulas anormais comparado à Testemunha.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.