Eficiência de extratos glicólicos de plantas para o controle alternativo de Colletotrichum acutatum de pimenta vermelha
PDF

Palavras-chave

Capsicum baccatum
antracnose
agricultura orgânica
fungicida

Como Citar

Moreno, M. B., Ueno, B., Junges, E., & Kirinus, G. de P. (2009). Eficiência de extratos glicólicos de plantas para o controle alternativo de Colletotrichum acutatum de pimenta vermelha. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8028

Resumo

O objetivo do presente trabalho foi avaliar a ação fungicida de 19 extratos glicólicos de diferentes espécies vegetais sobre o fungo Colletotrichum acutatum. Frutos de pimenteira (Capsicum baccatum var. pendulum), maduros e verdes, foram feridos com um feixe de agulhas, e posteriormente imersos nos extratos glicólicos a 1% e nas testemunhas tebuconazole (1ml/L), mancozebe (3g/L) e água destilada, acrescidos de espalhante adesivo (polioxietileno alquilfenol éter) a 0,02%. Após 10 minutos, foi depositado sobre o ferimento uma gota de 10 L de suspensão contendo 106 conídios/mL de C. acutatum. A avaliação do tamanho da lesão nos frutos foi realizada no terceiro, sexto e nono dia após a inoculação. A seguir, os dados obtidos foram convertidos em área abaixo da curva de progresso da doença (AACPD). Os extratos glicólicos testados não apresentaram resultado significativo para o controle de C. acutatum, havendo necessidade de se testar outros extratos vegetais e/ou modificar o método de extração.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.