Formação de Monitores de Escolas Família Agrícola de Minas Gerais em Agroecologia e Desenvolvimento Rural Sustentável
PDF

Palavras-chave

educação do campo
agricultura familiar
construção coletiva do conhecimento

Como Citar

Fávero, C., de Oliveira, F. L., Pinheiro, L. de O., de Carvalho, M. A., Assumpção, A. de B., Monteiro, F. T., Braz, R. L., Teodoro, R. B., dos Santos, I. F., Freitas, G. V., Oliveira, G. de, da Silva, D. M. N., Santos, L. M. de O., Queiróz, T. D., & Loures, R. S. P. (2009). Formação de Monitores de Escolas Família Agrícola de Minas Gerais em Agroecologia e Desenvolvimento Rural Sustentável. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8026

Resumo

Uma parceria entre a AMEFA e a UFVJM, com apoio financeiro da FAPEMIG e do CNPq/MDA/MDS, está possibilitando a realização de um processo de Formação de Monitores de Escolas Família Agrícola de Minas Gerais em Agroecologia e Desenvolvimento Rural Sustentável. A referência educacional das EFAs é fundamentada na pedagogia da alternância onde os meios familiar, sócio-econômico e escolar se integram valorizando o conhecimento local e os aspectos culturais. O monitor é facilitador do processo de construção do conhecimento teórico-prático e da integração escola-família. A metodologia adotada pelo presente processo de formação tem como princípio potencializar as experiências dos monitores a partir da interação dos diversos conhecimentos e saberes sobre temas relacionados à agroecologia e ao desenvolvimento rural sustentável, na perspectiva da construção coletiva do conhecimento, e as possibilidades metodológicas utilizadas com os educandos nas escolas. Estão sendo realizados módulos presenciais de formação, elaborados materiais referentes aos temas tratados nos módulos e conduzidas experimentações agroecológicas nas áreas de algumas EFAs
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.