Biomassa de Fauna do Solo e da Serapilheira em Diferentes Coberturas Vegetais no Norte do Estado do Rio de Janeiro, Brasil
PDF

Palavras-chave

organismos do solo
diversidade de espécies

Como Citar

MANHÃES, C. M. C., GAMA-RODRIGUES, E. F. D., MOÇO, M. K. D. S., & GAMA-RODRIGUES, A. C. C. D. (2009). Biomassa de Fauna do Solo e da Serapilheira em Diferentes Coberturas Vegetais no Norte do Estado do Rio de Janeiro, Brasil. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8015

Resumo

A cobertura vegetal exerce efeito importante sobre a fauna do solo, influenciando os grupos taxonômicos capazes de colonizar o solo. Com o trabalho objetivou-se avaliar a influência das coberturas acácia e sabiá sobre a biomassa (g m-2) da meso e macrofauna em solo e serapilheira, comparadas a uma capoeira. As coberturas vegetais estudadas foram as leguminosas: Mimosa caesalpiniifolia (sabiá) e Acacia auriculiformes (acácia) e uma capoeira com 40 anos de idade, usada como referência. Foram coletadas cinco amostras de solo na profundidade de 5 cm e cinco amostras de serapilheira em cada cobertura vegetal. A triagem dos indivíduos foi feita com lupa e, em seguida, foram classificados em grandes grupos taxonômicos. A biomassa de fauna (massa dos indivíduos em g m-2) foi obtida através de balança de precisão. A biomassa em g m-2 na serapilheira variou de 6 a 47 e no solo, de 3 a 28. A cobertura sabiá foi a que apresentou maiores valores médios de biomassa de fauna na serapilheira e no solo.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.