Produção de Sementes de Girassol (Helianthus annuus L.) em Sistema de Polinização por Abelhas (Apis mellifera L.)
PDF

Palavras-chave

apicultura
Helianthus annus L.
abelha doméstica

Como Citar

Dechechi Chambó, E., Conceição Garcia, R., Tavares Escocard de Oliveira, N., Barbosa Duarte Júnior, J., Francisco Guimarães, V., Rabbers, D., & Garcia Pires, B. (2009). Produção de Sementes de Girassol (Helianthus annuus L.) em Sistema de Polinização por Abelhas (Apis mellifera L.). Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/7993

Resumo

Com o objetivo de estudar o efeito da ação polinizadora da abelha Apis mellifera sobre a produção de sementes de Helianthus annuus L. foi instalado um experimento na Estação Experimental da Copagril, em Marechal Cândido Rondon, PR, em outubro de 2008. Antes do período do florescimento, estabeleceram-se 16 tratamentos, com quatro repetições e 20 plantas marcadas em cada parcela. Os tratamentos foram constituídos pela combinação de oito híbridos de girassol e dois testes de polinização, uma com livre visitação de insetos (aberta) e outra restringindo a ação de insetos polinizadores por sacos de filó. Houve diferenças estatísticas significativas em relação ao efeito de polinização aberta e restrita para diâmetro e peso de capítulo, número e massa de aquênios por inflorescência e produtividade, sendo que as plantas que tiveram livre acesso de insetos apresentaram-se com resultados superiores. Conclui-se que, para as variáveis estudadas, que a polinização pelos insetos foi eficiente.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.