Desenvolvimento do Imbuzeiro (Spondias tuberosa Arruda) na Região Semi-Árida do Nordeste
PDF

Palavras-chave

frutos
seca
janeiro
produção
extrativismo.

Como Citar

Cavalcanti, N. de B., Resende, G. M., & Brito, L. T. L. (2009). Desenvolvimento do Imbuzeiro (Spondias tuberosa Arruda) na Região Semi-Árida do Nordeste. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/7938

Resumo

O objetivo deste estudo foi determinar o crescimento do imbuzeiro em condições de sequeiro na caatinga até os 11 anos. O estudo foi realizado no período de janeiro de 1997 a janeiro de 2008 em uma área de caatinga nativa na Estação Experimental da Embrapa Semi-Árido no município de Petrolina, PE. A altura, o diâmetro basal e a circunferência das plantas avaliadas aos 11 anos foram, em média, de 287,24 cm, 13,5 cm e 39,42 cm, respectivamente. As plantas apresentaram raízes horizontais de 533,12 cm e verticais de 197,42 cm.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.