Aporte de Biomassa como Indicador de Qualidade de Fragmentos Florestais Inseridos em Agroecossistemas
PDF

Palavras-chave

serrapilheira
remanescentes florestais
indicador ambiental

Como Citar

Nogueira Scoriza, R., C. M. Piña-Rodrigues, F., Baldan Costa Neves, J., & Fernanda Strabeli, T. (2009). Aporte de Biomassa como Indicador de Qualidade de Fragmentos Florestais Inseridos em Agroecossistemas. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/7920

Resumo

A produção e o aporte da serrapilheira formadora de biomassa são afetados por vários fatores ambientais, podendo por isso ser utilizado como indicador ambiental. A técnica de manejo agrícola do entorno pode impactos nos remanescentes florestais. Com a finalidade de estudar fragmentos florestais em uma matriz ambiental de pastagem, foram delimitadas 11 parcelas ao acaso em cinco remanescentes florestais. O material depositado foi coletado periodicamente, ao longo de 325 dias, sendo triado e seco em estufa, para avaliar a massa seca. A serrapilheira total aportada (5422,45 kg ha-1 ano-1) foi formada por 63,88% de folhas (3464,13 kg ha-1), 19,7% (1068,2 kg ha-1) de ramos e 3,86% (209,55 kg ha-1) de material reprodutivo. Os fragmentos se diferenciaram entre si, principalmente em relação ao aporte da fração folhas, refletindo aspectos florísticos e seu tamanho. Com isso, a serrapilheira pôde ser empregada como indicador da qualidade e da conservação dos fragmentos.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.