Tipos de Estacas na Propagação de Cidreira (Lippia alba N.Brown)
PDF

Palavras-chave

Planta medicinal
cultivo
mudas

Como Citar

Teles, simone 1, Barbosa Santos, C. H., Velasque Menezes, R., & da Silva, F. (2009). Tipos de Estacas na Propagação de Cidreira (Lippia alba N.Brown). Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/7886

Resumo

O presente trabalho teve por objetivo avaliar os diferentes tipos de estacas de Lipia alba N.Brown na propagação da espécie. O experimento foi realizado na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia /UFRB. O delineamento estatístico utilizado foi inteiramente casualisado em esquema fatorial 4x4, sendo quatro tamanhos de estacas e quatro tipos de estacas. Aos 30 dias avaliou-se: número de folhas, número de raízes, comprimento de raízes, peso seco da haste e área foliar. Houve significância no tratamento dos diferentes tamanhos de estacas, para número de folhas, massa seca da haste e área foliar. O tipo de estaca não influenciou em nenhuma variável analisada. A interação tamanho x tipo de estaca não foi significativa entre si ao nível de 5% de probabilidade nas variáveis estudadas. A estaca de 20 cm apresentou os melhores resultados, sendo, portanto recomendada na propagação vegetativa dessa espécie, independente do tipo de estaca que seja utilizada.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.