Sistema de Plantio Orgânico de Alface Sombreado com Caramanchão de Maracujá-amarelo, Plástico e Tela
PDF

Palavras-chave

Lactuca sativa L.
luminosidade
plantio direto
agricultura orgânica

Como Citar

Napoli Correa de Paula da Silva, E. M. S. E. de A. N. . . . R., de Araújo Neto, S. E., Félix Ferreira, R. L., & Alves de Souza, A. M. (2009). Sistema de Plantio Orgânico de Alface Sombreado com Caramanchão de Maracujá-amarelo, Plástico e Tela. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/7875

Resumo

A pesquisa foi conduzida na área experimental do Setor de Agricultura Ecológica da Universidade Federal do Acre em Rio Branco, Acre, utilizando o delineamento experimental em blocos casualizados, em esquema de parcelas sub-divididas com 4 repetições. As parcelas foram compostas pelo ambiente de cultivo sombreado com caramanchão de maracujazeiro, tela, plástico e pleno sol. As sub-parcelas, foram representadas por três preparos de solo (plantio direto, cultivo mínimo e preparo convencional) que foram sorteadas nas parcelas. As sub-subparcelas foram compostas pelas cultivares de alface Vera, Babá de Verão e Great Lakes. O sombreamento com plástico promoveu maior crescimento das plantas, caracterizado por maior matéria fresca e seca da parte aérea e melhor produtividade comercial. O plantio direto foi superior ao preparo convencional e cultivo mínimo, para as cultivares Vera a pleno sol. O desempenho da cv. Babá-de-Verão sob casa de vegetação foi superior no cultivo mínimo e plantio direto. O plantio convencional foi superior apenas para a cv. Babá-de-verão sob a latada de maracujazeiro.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.