Compostos orgânicos na cova de plantio do cafeeiro Conilon
PDF

Palavras-chave

Coffea canephora Pierre ex Froehner
esterco bovino
cama-de-frango
Pennisetum purpureum.

Como Citar

Lopes Serrano, L. A., da Silva, V. M., Formentini, E. A., & Rabelo Teixeira, A. F. (2009). Compostos orgânicos na cova de plantio do cafeeiro Conilon. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/7859

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar a utilização de compostos orgânicos como adubo de plantio na cultura do cafeeiro Conilon em substituição às adubações nitrogenada e potássica recomendada para a cultura na fase de pós-plantio no campo. Foram avaliadas cinco doses de dois compostos orgânicos, a serem misturados ao volume de solo correspondente ao de uma cova de plantio. O composto orgânico 1 (CO1) foi preparado pela mistura entre esterco bovino curtido e capim-elefante, e o composto orgânico 2 (CO2) pela mistura entre cama-de-frango e capim-elefante, ambos na proporção 1:4. As doses utilizadas do CO1 foram: 0; 4.265; 8.530; 12.795 e 17.060 g por cova (64 litros), e as doses do CO2 foram: 0; 3.792; 7.584; 11.376 e 15.168 g por cova. Os resultados mostraram que a adubação com compostos orgânicos na cova de plantio pode ser uma alternativa para substituir ou reduzir as adubações minerais nitrogenada e potássica recomendadas para o primeiro ano pós-plantio das mudas do cafeeiro Conilon.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.