Agrofloresta: Sustentabilidade na Comunidade Indígena Assunção do Içana (Alto Rio Negro)-AM
PDF

Palavras-chave

Comunidade indígena
Quintais agroflorestais
Alto Rio Negro
Amazônia

Como Citar

Pinto, I. C., Macedo, R. L. G., & Caetano, A. de C. (2009). Agrofloresta: Sustentabilidade na Comunidade Indígena Assunção do Içana (Alto Rio Negro)-AM. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/7841

Resumo

Este trabalho teve como objetivo caracterizar a composição floristica dos quintais agroflorestais da comunidade indígena de Assunção do Içana no Alto Rio Negro a noroeste do Estado do Amazonas, identificando as principais espécies presentes nesses SAF. Foram identificadas trinta e quatro espécies frutíferas e dezoito espécies medicinais nos quinze quintais pesquisados. As espécies abacate (Persea americana), abiu (Pouteria caimito), araçá-boi (Eugenia stipitata), caju (Anacardium occidentale), fruta-pão (Artocarpus incisa), goiaba (Psidium guajava), graviola (Annona muricata) e ingá (Inga edulis), foram as mais citadas entre as frutíferas e alfavaca (Ocimum basileium), capim-santo(Cymbopogon citratus), erva-cidreira(Lippia alba), mangarataia (Zingiber officinale) e mastruz(Chenopodium ambrasioides) foram as mais citadas entre as medicinais.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.