Caracterização Química do Solo em Áreas de Floresta, Plantações de Arroz, Milho e Mandioca em Terra Firme do Projeto de Assentamento Nova Vida – Marabá-PA
PDF

Palavras-chave

Agricultura familiar
fertilidade
sustentabilidade.

Como Citar

de Mello, A. H., Pereira, F. D., Corrêa, H. de S., & Nascimento, S. F. (2009). Caracterização Química do Solo em Áreas de Floresta, Plantações de Arroz, Milho e Mandioca em Terra Firme do Projeto de Assentamento Nova Vida – Marabá-PA. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/7835

Resumo

Este trabalho foi realizado no Projeto de Assentamento Nova Vida, localizado a 140 km da zona urbana do Município de Marabá, sudeste paraense. Amostras compostas de solo foram coletadas em áreas de floresta, cultivo de arroz (Oryza sativa), mandioca (Manihots sculenta) e milho (Zea mays), próximas a uma área de terra firme e outra próxima a uma área alagada. Essas amostras de solo foram enviadas ao laboratório de Solos da Embrapa Amazônia Oriental, em Belém – PA. O objetivo foi avaliar características químicas do solo, comparando os resultados da floresta com o das áreas de cultivo de arroz (Oryza sativa), mandioca (Manihots sculenta) e milho (Zea mays). O solo da área de floresta apresentou-se com características típicas da região amazônica, na área de cultivo de terra firme os teores de nutrientes foram satisfatórios, devido à presença de cinzas, provenientes do método de corte e queima adotado pelo agricultor, no entanto, na plantação próxima a área alagada, o uso consecutivo do solo, apresentou baixos teores de bases e fósforo; e ainda saturação média de alumínio
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.