Agricultura Biológico-Dinâmica como Ferramenta para a Reconstrução da Fertilidade do Solo em Propriedade Rural no Assentamento Nhundiaquara no Município de Morretes, Paraná, Brasil.
PDF

Palavras-chave

vivificação do solo
organismo agricola
adubação verde

Como Citar

Ribeiro Pires, R. A. (2009). Agricultura Biológico-Dinâmica como Ferramenta para a Reconstrução da Fertilidade do Solo em Propriedade Rural no Assentamento Nhundiaquara no Município de Morretes, Paraná, Brasil. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/7761

Resumo

O interesse em estudar a agricultura biológico-dinamica utilizando-se da avaliação de uma propriedade do assentamento Nhundiaquara é devido a grande importancia que a agricultura familiar representa para o desenvolvimento do município, território e estado do Paraná. Pelo diagnóstico realizado na propriedade constato-se que existe a necessidade de mudanças das práticas de manejo e até mesmo na própria compreensão dos fatos como eles são postos pela natureza. Para isto o objetivo deste trabalho foi o da construção de um organismo agrícola, utilizando-se como indicador o diagnostico fenomenológico da propriedade. A área em estudo localiza-se na planície do Rio Nhundiaquara, município de Morretes-PR, Brasil. O manejo proposto foi o de utilização dos preparados biodinâmicos, compostagem, fladen, diversificação e rotação de culturas, recomposição da mata ciliar, mineralização com pó de basalto e adubação verde para vivificação do solo, melhorando as condições biológicas e por consequencia garantindo sua fertilidade. A propriedade possui viabilidade econômica na atualidade, porém poderá ser comprometida no futuro, se não forem observadas as propostas de mudança de manejo atual. Os resultados apontam para a importancia da tomada de decisão do agricultor e sua familia na implementação do manejo proposto contribuindo para a manutenção do sistema desta propriedade para seus sucessores.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.