Óleo Fúsel no Desenvolvimento de Mudas de Plantas Nativas
PDF

Palavras-chave

óleo fúsel
resíduo industrial
essências nativas
recuperação ambiental

Como Citar

Mantoan Alves, F., & Teresinha Teixeira, N. (2009). Óleo Fúsel no Desenvolvimento de Mudas de Plantas Nativas. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/7741

Resumo

O ensaio foi conduzido na casa de vegetação do setor de Nutrição de Plantas do Curso de Engenharia Agronômica “Manoel Carlos Gonçalves”/UNIPINHAL, no município de Espírito Santo do Pinhal-SP com as essências nativas Cedro, Paineira e Canafístula, com o objetivo de avaliar a influência de óleo fúsel, resíduo do sistema de produção de álcool. O delineamento adotado foi o inteiramente ao acaso e 4 repetições, e 5 tratamentos, para Cedro, 6 para Paineira e 7 para Canafístula, variando-se a quantidade e forma de aplicação do óleo fúsel. Avaliaram-se, aos 45 dias da instalação do ensaio, diferença das alturas de plantas, comprimento de raízes, massa seca e verde de raízes e parte aérea e possíveis sintomas de fitotoxidez. Os resultados mostraram que óleo fúsel tem possibilidades de uso. Quantidades altas, entretanto, podem causar prejuízos, inclusive, causando morte de plantas. Canafístula mostrou-se mais resistente Pode-se inferir que novos estudos com óleo fúsel são fundamentais.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.