Utilização de Substratos Orgânicos Para a Produção de Mudas de Couve-Chinesa
PDF

Palavras-chave

Brassica pekinensis
repolho chinês
compostos orgânicos
esterco bovino

Como Citar

Tessaro, D., Matter, J. M., Kuczman, O., Ferrarezi, G., Furtado, L. F., Costa, L. A. de M., & Costa, M. S. S. de M. (2009). Utilização de Substratos Orgânicos Para a Produção de Mudas de Couve-Chinesa. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/7739

Resumo

Este trabalho teve por objetivo avaliar o desempenho de diferentes substratos na produção de mudas de couve-chinesa, visando encontrar substratos orgânicos que minimizem seus custos de produção. Para tal, determinou-se o comprimento da parte aérea (CPA), número de folhas (NM), comprimento da raiz (CR), massa seca da parte aérea (MSPA), massa seca da raiz (MSR) e diâmetro do coleto (DC). O ensaio foi conduzido em ambiente protegido, testando os substratos a seguir: comercial Plantmax® (HA); resíduo de semi confinamento bovino + resíduo de pré-limpeza (100% composto - C); 95% C +2,5% areia (A)+2,5% pó de rocha (PR); 90%C+3% A +7% PR; 85% C+6% A+9% PR, sendo os resultados avaliados como um delineamento em blocos casualizados, com cinco tratamentos e três repetições. Os substratos orgânicos, formulados com 100% e 85% de composto apresentaram melhores resultados, aos 15 e 28 DAS, respectivamente, produzindo mudas mais vigorosas, com baixo custo de produção.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.