Transição Agroecológica em Terras de Reforma Agrária: Experiências no Assentamento Monte Alegre – São Paulo.
PDF

Palavras-chave

agroecologia
extensão rural
agricultura familiar.

Como Citar

Gavioli, F. R., De Gaspari, L. C., & da Costa, M. B. B. (2009). Transição Agroecológica em Terras de Reforma Agrária: Experiências no Assentamento Monte Alegre – São Paulo. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/7685

Resumo

O presente trabalho descreve e analisa as ações de promoção de práticas agrícolas de base ecológica desenvolvidas pelo CCA/UFSCar no assentamento Monte Alegre. Após quatro anos de atividades, pode-se apontar alguns resultados, especialmente na esfera da substituição de insumos, que impactaram positivamente a agricultura praticada pelos assentados, com a adoção de caldas, biofertilizantes, germoplasma adequado e adubação verde. Existe uma demanda no assentamento por ações deste tipo, indicando que, apesar de lenta e complexa, a transição agroecológica é viável e possível.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.