Avaliação do uso do preparado biodinâmico 500 na produção de mudas de alface e repolho

Palavras-chave

massa seca
raiz
parte aérea

Como Citar

de Mendonça Costa, M. S. S., Pivetta, L. A., de Mendonça Costa, L. A., Castoldi, G., Marini, D., Pivetta, L. G., Gobbi, F. C., & de Souza, J. H. (2009). Avaliação do uso do preparado biodinâmico 500 na produção de mudas de alface e repolho. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(3). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/7533

Resumo

A busca por uma agricultura menos dependente de insumos químicos gerou o desenvolvimento de modos de produção menos agressivos ao meio ambiente, entre eles, a agricultura biodinâmica que busca melhorar o aproveitamento dos recursos energéticos disponíveis, considerando a propriedade agrícola um organismo. O objetivo deste trabalho foi avaliar o desempenho do preparado biodinâmico 500 na produção de mudas de alface e repolho. O experimento foi conduzido no Complexo de Controle Biológico e Cultivo Protegido Prof. Dr. Mario César Lopes pertencente à Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Campus de Marechal Cândido Rondon – PR. O experimento foi conduzido em delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial, sendo 2x4 para a alface e 2x3 para o repolho. O fator principal foi a utilização ou não do preparado 500 e o fator secundário as épocas de coleta. Foram avaliados número de folhas, comprimento de raiz, massa seca da parte aérea e da raiz. O preparado 500 proporcionou melhor desenvolvimento do sistema radicular e da parte aérea de ambas as culturas, principalmente nas últimas épocas avaliadas.

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.