Agricultura orgânica: influências das relações com o mercado no processo de profissionalização dos agricultores
PDF

Como Citar

Schultz, G. (2007). Agricultura orgânica: influências das relações com o mercado no processo de profissionalização dos agricultores. Revista Brasileira De Agroecologia, 2(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/7302

Resumo

As relações com o mercado, que são estabelecidas pelas organizações de agricultores, atualmente ocupam uma posição central nas discussões do denominado “movimento orgânico” no Brasil. As principais modificações, na conversão do sistema convencional para o orgânico, se apresentam nas relações técnico-produtivas, e, conseqüentemente, no sentido que é atribuído às atividades práticas da agricultura orgânica, modificando a realidade destes produtores rurais. O artigo aqui apresentado busca o entendimento das principais influências das relações de mercado sobre essa realidade. Para identificar tais influências, foram analisadas as percepções e significados atribuídos pelos agricultores às diferentes estratégias de comercialização adotadas. A análise foi feita utilizando os discursos dos agricultores sobre as suas relações com o mercado. Os resultados da pesquisa permitiram demonstrar que o mercado influencia a profissionalização dos agricultores a partir de referências que são construídas nas relações diretas com os consumidores (feiras). Palavras-chave: Agricultura orgânica. Relações com o mercado. Organizações de agricultores.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.