AVALIAÇÃO DO CULTIVO CONSORCIADO DE RÚCULA COM ALFACE, EM SISTEMA ORGÂNICO E BIODINÂMICO NA REGIÃO OESTE DO PARANÁ
PDF

Como Citar

Pivetta, L. A., S.S. de Mendonça Costa, M., de Mendonça Costa, L. A., Marini, D., Gobbi, F. C., Castoldi, G., de Souza, J. H., & Pivetta, L. G. (2007). AVALIAÇÃO DO CULTIVO CONSORCIADO DE RÚCULA COM ALFACE, EM SISTEMA ORGÂNICO E BIODINÂMICO NA REGIÃO OESTE DO PARANÁ. Revista Brasileira De Agroecologia, 2(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/7137

Resumo

O objetivo do trabalho foi avaliar a produtividade da rúcula e da alface em consórcio, em relação aos seus monocultivos, em cultivo orgânico e biodinâmico. O delineamento experimental foi em blocos casualizados com parcelas subdivididas, sendo os tratamentos principais o cultivo orgânico e biodinâmico, e os tratamentos secundários a rúcula solteira, alface solteira e consórcio de rúcula com alface, com quatro repetições. Os sistemas de produção orgânico e biodinâmico não diferiram estatisticamente, tanto para a rúcula quanto para a alface. A alface em sistema consorciado com a rúcula apresentou menor diâmetro de “cabeça”, massa fresca e seca quando comparada à alface solteira. O índice de equivalência de área do consórcio foi de 1,65.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.