Liberação de Trichogramma pretiosum para controle biológico de Spodoptera frugiperda na cultura do milho
PDF

Como Citar

MARTINAZZO, T., PIETROWSKI, V., CORDEIRO, E. S., ECKSTEIN, B., & GRISA, S. (2007). Liberação de Trichogramma pretiosum para controle biológico de Spodoptera frugiperda na cultura do milho. Revista Brasileira De Agroecologia, 2(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/7042

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar a liberações de Trichogramma pretiosum, Riley, para controle biológico de Spodoptera frugiperda (Smith) na cultura do milho na região oeste do Estado do Paraná. Foi utilizado o delineamento inteiramente casualizado com dois tratamentos (com e sem liberação) e seis repetições. A variedade de milho utilizada foi a COODETEC 3121. A semeadura foi realizada no início de fevereiro de 2006 e a liberação de T. pretiosum iniciou após uma semana da emergência das plantas, com duas liberações semanais, correspondendo a 200.000 parasitóides por hectare, que eram levados a campo um dia antes da emergência. As avaliações foram realizadas semanalmente, amostrando seis pontos por cada parcela sendo cada ponto constituído de seis plantas. Acompanhou-se o dano da lagarta-de-cartucho até o milho atingir a fase de pendoamento. Conclui-se que a liberação de T. pretiosum reduziu o número de plantas danificadas, sendo eficiente para o controle da praga.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.