Influência de diferentes níveis de restrição de luz sobre as características morfológicas de mudas Trema micrantha (L.) Blume.
PDF

Como Citar

Castro Guimarães, M. M., Naomi Matsumoto, S., Eloy Silveira Viana, A., Coutinho Fontes César, F. R., Andrade Bonfim, J., Ferreira Santos, M. A., Moreira Lima, J., & de Jesus, A. J. (2007). Influência de diferentes níveis de restrição de luz sobre as características morfológicas de mudas Trema micrantha (L.) Blume. Revista Brasileira De Agroecologia, 2(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/6950

Resumo

Com o objetivo de avaliar os efeitos de diferentes sombreamento na produção de mudas de Trema micrantha (crindiúva) foi instalado, na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, um campo experimental com quatro níveis de restrição luminosa: 0%(Pleno Sol), 30%, 50%, 70%, cinco repetições e seis plantas úteis por parcela, contendo 88 plantas por tratamento. Realizou-se quatro avaliações aos 68, 78, 88, 98 e 108 dias após a emergência, tendo sido adotado parâmetros morfo-fisiológicos das mudas. A partir dos dados obtidos, foi possível estabelecer modelos para as características índice SPAD, número de folhas (NF), diâmetro do coleto (D), altura da parte aérea (A) e níveis de sombreamento onde se observou uma tendência a apresentar menor D, NF e SPAD com o aumento do sombreamento. Não foi possível convencionar um modelo de regressão entre potencial hídrico e níveis de restrição de luz.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.