AVALIAÇÃO NUTRICIONAL DE PASTAGENS DE CAPIM-ELEFANTE SOB DIFERENTES ESTRATÉGIAS DE MANEJO DURANTE O PERÍODO ESTIVAL
PDF

Como Citar

Vendrame, T., Olivo, C. J., Meinerz, G. R., Agnolin, C. A., Machado, P. R., Diehl, M., Santos, J., & Aguirre, P. F. (2007). AVALIAÇÃO NUTRICIONAL DE PASTAGENS DE CAPIM-ELEFANTE SOB DIFERENTES ESTRATÉGIAS DE MANEJO DURANTE O PERÍODO ESTIVAL. Revista Brasileira De Agroecologia, 2(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/6912

Resumo

O trabalho teve como objetivo avaliar a composição nutricional de pastagens de capim-elefante (Pennisetum purpureum) sob diferentes estratégias de manejo, convencional e agroecológico. Foram estudados dois tratamentos. No tratamento 1, o capim-elefante (CE) foi manejado segundo princípios agroecológicos (SA) e no tratamento 2 de forma convencional (SC). Foram realizados 4 ciclos de pastejos, em sistema de pastejo rotacionado. Em cada ciclo foram coletadas amostras de simulação de pastejo para posterior análise bromatológica, onde foram avaliadas a proteína bruta (PB), fibra em detergente neutro (FDN), digestibilidade in vitro da matéria seca (DIVMS), nutrientes digestíveis totais (NDT) e digestibilidade in vitro da matéria orgânica (DVIMO). O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, com dois tratamentos (SA e SC), duas repetições de área (piquetes) e parcelas subdivididas no tempo (ciclos de pastejo). Os valores médios de FDN, PB DIVMS, NDT, DVIMO, foram de 52,4; 12,66; 67,84; 59,31 e 66,85 % para o SA, e 53,01; 12,76; 68,84 e 60,78; 66,74 % para o SC, respectivamente.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.