ADUBAÇÃO PROLONGADA COM DEJETOS SUÍNOS E OS EFEITOS EM ATRIBUTOS QUÍMICOS E FÍSICO DO SOLO E NA PRODUTIVIDADE EM PLANTIO DIRETO SEM AGROTÓXICOS
PDF

Como Citar

Comin, J. J., Dortzbach, D., Sartor, L. R., & Belli Filho, P. (2007). ADUBAÇÃO PROLONGADA COM DEJETOS SUÍNOS E OS EFEITOS EM ATRIBUTOS QUÍMICOS E FÍSICO DO SOLO E NA PRODUTIVIDADE EM PLANTIO DIRETO SEM AGROTÓXICOS. Revista Brasileira De Agroecologia, 2(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/6895

Resumo

Avaliaram-se o rendimento de aveia e de milho e as alterações químicas e física de um Argissolo Vermelho Amarelo típico em Braço do Norte, SC, em função da adubação com cama ou esterco líquido de suínos ou adubação química. Forneceu-se o N recomendado ou o dobro da dose para as culturas. Houve acidificação do solo com a adubação química 2X N, e aumento do pH e dos teores de P e K nas duas doses com cama de suínos. A densidade do solo foi maior na testemunha e na adubação química 1X N. O rendimento da aveia não apresentou diferenças significativas entre os tratamentos, mas no milho todos os tratamentos com esterco e o tratamento com adubação química com 2X N foram superiores à testemunha sem adubação.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.