A AGROECOLOGIA COMO ESTRATÉGIA DE RESGATE DA DIVERSIDADE GENÉTICA PERDIDA: O CASO DA COMUNIDADE QUILOMBOLA DE CASCA/MUNICIPIO DE MOSTARDAS/RS
PDF

Como Citar

Beraldo, N. A. da S., & Martinez, L. F. S. (2007). A AGROECOLOGIA COMO ESTRATÉGIA DE RESGATE DA DIVERSIDADE GENÉTICA PERDIDA: O CASO DA COMUNIDADE QUILOMBOLA DE CASCA/MUNICIPIO DE MOSTARDAS/RS. Revista Brasileira De Agroecologia, 2(1). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/6620

Resumo

Este trabalho tem a pretensão de discutir a agroecologia como estratégia de resgate da diversidade genética perdida. A partir da reconstituição e diferenciação dos sistemas agrários realizados na Comunidade Quilombola de Casca. As evidências de que é possível este resgate encontram-se em algumas propriedades de comunidades que fizeram a opção de produzir segundo os princípios agroecologicos . Utilizamos como fundamentação teórica a teoria dos sistemas agrários de Marcel Mazoyer, que nos permitiu distinguir dois modos atuais de produção antagônicos, o da cultura do arroz irrigado fortemente tecnificado e o baseado nos princípios agroecologicos. Estes dois modos de produção são os que nos instrumentalizaram teoricamente para discutir a agroecologia como estratégia de resgate da diversidade genética perdida. Palavras-chaves: diversidade genética, sistemas agrários, comunidades tradicionais, agroecologia.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são da autoria, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.