PRODUÇÃO DE Viola tricolor L. EM DIFERENTES SUBSTRATOS ORGÂNICOS
PDF

Como Citar

Xavier, V. ; C., Conceição, D. C., Moraes, R. M. D., & Morselli, T. B. G. A. (2007). PRODUÇÃO DE Viola tricolor L. EM DIFERENTES SUBSTRATOS ORGÂNICOS. Revista Brasileira De Agroecologia, 2(1). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/6600

Resumo

Com objetivo de verificar a combinação de vermicomposto (húmus de minhoca) de várias origens em mistura com casca de arroz carbonizada na produção de mudas de Viola tricolor L. (amor-perfeito) em recipientes plásticos com capacidade de 500g cada e avaliação das plantas após o transplante, foi conduzido um experimento em estufa plástica na Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel/Universidade Federal de Pelotas. As mudas foram obtidas em bandejas de poliestireno expandido de 128 células, contendo substrato PlantmaxR. As plantas foram conduzidas individualmente em vasos contendo os seguintes substratos: VB+CAC (75% vermicomposto bovino + 25% de casca de arroz carbonizada); HF+CAC (75%Húmus FértilR + 25% de casca de arroz carbonizada); VC+CAC (75% vermicomposto de borra de café + 25% de casca de arroz carbonizada) e VE (100% vermicomposto eqüino). Semanalmente avaliou-se altura (AP) e diâmetro (DP) das plantas e na última avaliação foi feita a contagem do número de flores (NF). O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com três repetições por tratamento. Os resultados foram submetidos à análise de variância, sendo os tratamentos comparados através do teste de Duncan a 5%. %, aplicando-se o Sistema SANEST, segundo Zonta e Machado (1995). Recomenda-se utilizar o vermicomposto eqüino para se obter maior AP e DP de plantas e p ara maior efeito de floração se deve adicionar CAC aos vermicompostos para diminuição de custos de produção. Palavras-chave: casca de arroz, húmus, Viola tricolor L.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são do autor, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.