CANA DE AÇÚCAR: VARIEDADES E METODOLOGIAS A SERVIÇO DA AGRICULTURA FAMILIAR
PDF

Como Citar

Goulart, S. P., Nuñez, P. B. P., Deves, O. D., & Ziembowicz, J. A. (2007). CANA DE AÇÚCAR: VARIEDADES E METODOLOGIAS A SERVIÇO DA AGRICULTURA FAMILIAR. Revista Brasileira De Agroecologia, 2(1). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/6486

Resumo

O presente trabalho apresenta de forma resumida os resultados da pesquisa “Estudo de adaptação de variedades de cana de açúcar na região noroeste do Rio Grande do Sul”, desenvolvida pela Associação dos Sindicatos dos Trabalhadores Rurais Fronteiriços (ASTRF) e financiada pelo RS RURAL. A pesquisa desenvolvida nos dois últimos anos tinha como objetivo potencializar as possibilidades do cultivo e a industrialização da cana de açúcar na região das missões. O cultivo se remonta a época das Reduções Jesuíticas, por volta de 1626 quando era utilizada tanto para alimentação humana com para alimentação animal. Esta tradição cultural do cultivo e do uso da cana de açúcar na região se mantém e vem se expandindo nos últimos anos como alternativa de geração de renda para várias famílias agricultoras. Os princípios metodológicos utilizados na pesquisa, apoiados na formação continuada participante e conceitos agroecologicos, possibilitaram uma interação entre os beneficiários nos encontros, seminários, oficinas e dias de campo promovidos. Os ensaios experimentais foram todos estabelecidos em unidades de referências - URs, junto a famílias de agricultores que tem na cana de açúcar uma das principais atividades. PALAVRAS CHAVES: cana de açúcar, agricultura familiar, manejo alternativo.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são do autor, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.