SEMENTES CRIOULAS: SEGURANÇA ALIMENTAR PELA DIVERSIDADE
PDF

Como Citar

Ziembowicz, J. A., Maia, A. da S., Nuñez, P. B. P., Deves, O. D., & Goulart, S. P. (2007). SEMENTES CRIOULAS: SEGURANÇA ALIMENTAR PELA DIVERSIDADE. Revista Brasileira De Agroecologia, 2(1). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/6484

Resumo

O seguinte trabalho apresenta um breve resumo do projeto intitulado Resgate e Conservação de Sementes. Segurança Alimentar pela diversidade, desenvolvido pela Associação dos Sindicatos dos Trabalhadores Rurais Fronteiriços (ASTRF), na região noroeste do estado de Rio Grande do Sul, e financiado pelo Pronaf-Capacitação do Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA). O projeto que começou a ser desenvolvido em março deste ano, tem como principal objetivo estabelecer processos de formação continuada no resgate e conservação de sementes como uma estratégia de segurança alimentar e de desenvolvimento da agroecologia. Além disso o projeto pretende contribuir no empoderamento social e cultural das famílias envolvidas visando uma maior autonomia e organização das mesmas, resgatando principalmente o papel das mulheres no cuidado e manutenção de sementes crioulas. Para isso a ASTRF junto com seus sindicatos parceiros definiram montar bancos de sementes crioulas nas propriedades e comunidades rurais como forma de resgatar, conservar e manter o controle social das sementes. A partir desses bancos, estabelecer sistemas de trocas e multiplicação de sementes entre agricultores(as) visando resgatar práticas solidárias de acesso às sementes. PALAVRAS CHAVES: sementes crioulas, segurança alimentar, diversidade.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são do autor, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.