INFLUÊNCIA DA BIOFERTILIZAÇÃO NO CRESCIMENTO DE MUDAS DE TOMATEIRO EM SISTEMA FLUTUANTE
PDF

Como Citar

Moraes, R. D., Duarte, T. S., Paglia, Águida G., Aldrigui, C. B., & Peil, R. M. N. (2006). INFLUÊNCIA DA BIOFERTILIZAÇÃO NO CRESCIMENTO DE MUDAS DE TOMATEIRO EM SISTEMA FLUTUANTE. Revista Brasileira De Agroecologia, 1(1). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/6170

Resumo

Com o objetivo de avaliar a influência da biofertilização no crescimento das mudas de tomateiro conduzidas em sistema flutuante com adição de biofertilizantes na água, conduziu-se um experimento em estufa plástica do Departamento de Fitotecnia no Campo Didático Experimental da Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel (UFPel). Foi utilizado delineamento experimental blocos casualizados com seis tratamentos e quatro repetições. Os tratamentos foram: testemunha e diferentes concentrações de Super Magro e urina de vaca, aplicados diretamente na água do sistema flutuante. Ao final do experimento, foram avaliadas: altura de planta, fitomassa fresca e seca de parte aérea, área foliar, diâmetro de colo e número de folhas Concluiu-se conclui-se que o uso de biofertilizantes adicionados na água de subirrigaçao é desnecessário. O substrato é suficiente nutricionalmente para a produção de mudas de tomateiro. Palavras-chave: Lycopersicon esculentum Mill, biofertilizante, urina de vaca, Super Magro
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são do autor, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.