UTILIZAÇÃO DE ESCALAS DE MENSURAÇÃO E FUNÇÕES DE VALOR PARA AVALIAÇÃO DE COLORAÇÃO DE MUDAS EM UM SISTEMA ORGÂNICO DE PRODUÇÃO DE CEBOLA.

Como Citar

Tavares, J. C., Paglia, Águida G., Vasconcelos, G. C. de, & Gomes, M. C. (2006). UTILIZAÇÃO DE ESCALAS DE MENSURAÇÃO E FUNÇÕES DE VALOR PARA AVALIAÇÃO DE COLORAÇÃO DE MUDAS EM UM SISTEMA ORGÂNICO DE PRODUÇÃO DE CEBOLA. Revista Brasileira De Agroecologia, 1(1). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/6145

Resumo

Com o objetivo de avaliar a coloração de mudas de cebola produzidas em sistema orgânico, como indicativo da ocorrência de fitopatias e/ou fisiopatias, foi conduzido um experimento a campo no município de Rio Grande/RS. Utilizou-se a cultivar Petrolini (ciclo médio), submetida a três tratamentos de adubação de base, com e sem adição de biofertilizante. Uma escala e uma função de valor para avaliação visual da intensidade da coloração amarela/verde nas folhas das mudas de cebola por especialistas foi construída e os resultados foram comparados com o peso de fitomassa da parte aérea nos diferentes tratamentos. A escala e a função de valor obtidas permitiram avaliar a coloração das mudas como desejado sendo que estes resultados coincidiram apenas em parte com os resultados da fitomassa da parte aérea. Destaca-se ainda, que a adubação de base com esterco de curral é mais eficiente que o vermicomposto, principalmente quando associado ao biofertilizante, não contrariando os resultados encontrados para a coloração da parte aérea. Palavras-chave: Allium cepa, biofertilizantes, fitopatias, fisiopatias

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são da autoria, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.