AVALIAÇÃO DE QUATRO CULTIVARES DE BANANEIRAS SOB CULTIVO ORGÃNICO
PDF

Como Citar

Sônego, M., & Lichtemberg, L. A. (2006). AVALIAÇÃO DE QUATRO CULTIVARES DE BANANEIRAS SOB CULTIVO ORGÃNICO. Revista Brasileira De Agroecologia, 1(1). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/6133

Resumo

Estão sendo avaliadas quatro cultivares de bananas sob manejo orgânico, em Urussanga, Santa Catarina, Brasil, quanto à produtividade e comportamento a campo. As quatro cultivares são: Enxerto (Prata Anã), Baby Prata (Nam), Prata Graúda (SH-3640), e Pratão (FHIA-01). O plantio foi feito em outubro de 2001, em talhões de 105 plantas por cultivar, em terreno de encosta de argissolo vermelho-amarelo. As famílias de bananeiras foram conduzidas no sistema mãe-filha-neta, recebendo adubação orgânica com cama de aviário e calagem, e sem o uso de agrotóxicos no controle da sigatoka amarela e de ervas espontâneas. Os primeiros cachos foram colhidos a partir de março de 2003 atingindo pesos médios de 12, 14, 28 e 31kg, respectivamente para as cultivares Baby Prata, Enxerto, Pratão e Prata Graúda. As cultivares Enxerto, Prata Graúda e Pratão apresentaram maior resistência ao frio e plantas mais altas do que a cultivar Baby Prata. Por outro lado, a cultivar Baby Prata apresentou maior resistência à sigatoka amarela. Palavras-chave: banana orgânica, cultivares de banana, sigatoka amarela.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são do autor, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.