EFEITO DA SOLARIZAÇÃO E DA COBERTURA DO SOLO COM CROTALARIA JUNCEA NA INCIDÊNCIA DE MELOIDOGYNE SPP., EM CULTIVO ORGÂNICO DE PEPINO, SOB SISTEMA PROTEGIDO

Como Citar

Fernandes, M. do C. de A., Ribeiro, R. de L. D., Moreira, V. F., Pereira, A. J., Guimarães, T. S., & Carvalho, J. F. (2006). EFEITO DA SOLARIZAÇÃO E DA COBERTURA DO SOLO COM CROTALARIA JUNCEA NA INCIDÊNCIA DE MELOIDOGYNE SPP., EM CULTIVO ORGÂNICO DE PEPINO, SOB SISTEMA PROTEGIDO. Revista Brasileira De Agroecologia, 1(1). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/6128

Resumo

Os nematóides formadores de galhas (Meloidogyne spp.) tem sido um fator limitante na produção orgânica de hortaliças, principalmente em áreas com histórico desta doença. Sistemas de cultivo protegido, no Rio de Janeiro, são freqüentemente abandonados devido à infestação progressiva dos solos por esses parasitas. Desta forma, o presente estudo objetivou avaliar alternativas para o controle destes fitoparasitos, em solos altamente infestados de sistema protegido, utilizando plantas da cultura do pepino como indicadoras. O delineamento utilizado foi o de blocos ao acaso, em arranjo fatorial 2 x 2 com três repetições. Os tratamentos constaram de solarização (com solarização, por 90 dias e sem solarização) e pré-cultivo com Crotalaria juncea (com pré-cultivo, seguido de incorporação ao solo aos 60 dias e sem pré-cultivo). Estes tratamentos foram avaliados através da incidência de galhas em raízes de pepino, durante de três ciclos consecutivos de plantios da cultura. Diferenças significativas foram detectadas entre os tratamentos (Tukey, p ≥ 0,05), observando-se que durante o primeiro plantio do pepino, houve redução da incidência de galhas, no tratamento correspondente ao uso da solarização. Já para o segundo e o terceiro plantio, nota-se interação entre os fatores, apresentando diminuição da incidência de galhas para o tratamento que recebeu a solarização e o pré-cultivo com Crotalaria juncea. Pelos resultados obtidos conclui-se que o controle satisfatório de Meloidogyne spp., pode ser alcançado através da integração de métodos físico e biológico. PALAVRAS-CHAVE: nematóides, adubação verde, controle.

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são do autor, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.