AVALIAÇÃO DO USO DE BIOFERTILIZANTE LÍQUIDO NO DESENVOLVIMENTO DE MUDAS DE ALFACE OBTIDAS EM DIFERENTES SUBSTRATOS
PDF

Como Citar

Moreira, V. F., Fernandes, M. do C. de A., Santos, V. L. da S., Pereira, A. J., & Castilho, A. M. C. (2006). AVALIAÇÃO DO USO DE BIOFERTILIZANTE LÍQUIDO NO DESENVOLVIMENTO DE MUDAS DE ALFACE OBTIDAS EM DIFERENTES SUBSTRATOS. Revista Brasileira De Agroecologia, 1(1). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/6127

Resumo

A demanda por alimentos mais saudáveis, tem aumentado anualmente, estando a qualidade relacionada principalmente a ausência de agrotóxicos. A substituição dos agrotóxicos por defensivos alternativos contribui para a sustentabilidade dos agroecossistemas. Visando atender essa nova demanda, foi desenvolvido o biofertilizante Agrobio, a partir da receita de um outro biofertilizante conhecido como Super Magro (PESAGRO-RIO,1998), que vem se destacando como excelente alternativa para o uso no cultivo de olerícolas. O presente estudo foi conduzido na Estação Experimental de Seropédica da PESAGRO-RIO, no município de Seropédica-RJ, em março de 2002, com o objetivo de avaliar o desenvolvimento de mudas de alface obtidas de três substratos: A Vermicomposto, B Convencional e C Orgânico e o uso do biofertilizante Agrobio, em pulverizações semanais a 8%. Utilizou-se o delineamento experimental de blocos ao acaso, com três repetições, em esquema fatorial de 3 (substratos) x 2 (com e sem biofertilizante). Foram avaliados o diâmetro, o número de folhas e o peso fresco de cabeça de alface, aos 45 dias após semeadura. Para todos os parâmetros avaliados, os maiores valores obtidos, resultaram da interação entre o substrato a base de Vermicomposto e pulverizações com Agrobio a 8%. Entretanto notou-se que na ausência de pulverização com o biofertilizante Agrobio, todos os substratos testados, não apresentaram diferenças significativas. Pelos resultados obtidos, conclui- se que o uso do fertilizante Agrobio, favoreceu um bom desenvolvimento da cultura de Alface. PALAVRAS - CHAVES: Lactuca sativa e Agrobio.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são do autor, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.