AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE SEMENTES DE ABÓBORA VARIEDADE MENINA BRASILEIRA, PRODUZIDAS PELO SISTEMA AGROECOLÓGICO
PDF

Como Citar

Casaroli, D., Muniz, M. F. B., Dutra, D., Silva, M. A. S. da, & Garcia, D. C. (2006). AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE SEMENTES DE ABÓBORA VARIEDADE MENINA BRASILEIRA, PRODUZIDAS PELO SISTEMA AGROECOLÓGICO. Revista Brasileira De Agroecologia, 1(1). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/6117

Resumo

Uma das formas de obtermos uma vida mais saudável, é a produção de alimentos livres de produtos químicos, tanto para os consumidores, quanto para os produtores. Com o objetivo de testar a qualidade de sementes de abóbora, variedade Menina Brasileira, produzidas sem a utilização de qualquer produto químico, durante todo seu ciclo, foram desenvolvidos experimentos onde as sementes foram submetidas à avaliações de germinação, sanidade e vigor, através dos testes de primeira contagem e de emergência de plântulas a campo. Quando da realização da primeira avaliação de germinação e vigor, utilizou-se como comparativo sementes de abóbora da mesma variedade, porém produzidas no sistema convencional. Mensalmente, as sementes produzidas pelo sistema agroecológico, armazenadas em latas, foram avaliadas quanto à germinação e sanidade. Os resultados indicaram que as sementes agroecológicas apresentaram um percentual de germinação menor do que as sementes tratadas, e esse resultado se repetiu na emergência de plântulas. Essas verificações podem ser atribuídas ao alto percentual de incidência de patógenos associados às sementes agroecológicas. Palavras-chave: sementes, abóbora; agroecológico; sanidade; vigor.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são do autor, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.