ASPECTOS DA PESQUISA PARTICIPATIVA EM AGROECOLOGIA NO DESENHO DE SISTEMAS PRODUTIVOS EM PROPRIEDADE DE BASE FAMILIAR NA ILHA DOS MARINHEIROS - RIO GRANDE RS
PDF

Como Citar

Timm, P. J., Reichert, L., & Costa, P. (2006). ASPECTOS DA PESQUISA PARTICIPATIVA EM AGROECOLOGIA NO DESENHO DE SISTEMAS PRODUTIVOS EM PROPRIEDADE DE BASE FAMILIAR NA ILHA DOS MARINHEIROS - RIO GRANDE RS. Revista Brasileira De Agroecologia, 1(1). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/6112

Resumo

A pesquisa participativa constituí-se no método científico de investigação mais adequado ao processo de construção do conhecimento em agroecologia. Na pesquisa participativa promove-se a integração entre o saber local/tradicional e o saber técnico/científico para obtenção de um conhecimento sistêmico adequado à realidade local. A partir deste referencial vêm sendo desenvolvidas ações de pesquisa em propriedades de base familiar da Região Sul, as quais constituem uma Rede de Referência em Pesquisa Participativa. Na propriedade da família do agricultor Ederson Martins Bastos está em andamento uma ação de pesquisa centrada na produção ecológica de hortaliças. A primeira etapa da pesquisa constituiu-se na caracterização dos sistemas de produção, sendo posteriormente realizado de modo participativo o redesenho dos sistemas produtivos com base na organização sistêmica da propriedade. Buscou-se uma adequada interação entre as atividades de origem vegetal e animal para melhor aproveitamento dos resíduos utilizando-se estratégias de reciclagem e fluxo de nutrientes. Com a introdução da criação de galinhas poedeiras e de práticas de manejo da matéria orgânica (vermicompostagem, biofertilizantes e uso de aguapé) vem sendo qualificado o sistema produtivo em função da interação positiva entre as atividades, possibilitando a constituição de um sistema agroecológico diversificado. Palavras-chave: Agroecologia, sistemas produtivos, agricultura familiar.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são do autor, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.