PRÁTICAS ECOLÓGICAS DE PROTEÇÃO DE CULTIVOS NO CONTROLE DAS DOENÇAS DO BANANAL: DESENVOLVENDO ESTRATÉGIAS PARTICIPATIVAS DE CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO EM AGROECOLOGIA

Como Citar

Schmitt, C. J., Motter, C., Vivan, J. L., Focchi, S. S., Model, A., Fernandes, M., klein, M., Bilibiu, R., Weber, S., & da Luz, V. (2006). PRÁTICAS ECOLÓGICAS DE PROTEÇÃO DE CULTIVOS NO CONTROLE DAS DOENÇAS DO BANANAL: DESENVOLVENDO ESTRATÉGIAS PARTICIPATIVAS DE CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO EM AGROECOLOGIA. Revista Brasileira De Agroecologia, 1(1). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/6103

Resumo

O desenho e a implementação de estratégias participativas de investigação, capazes de possibilitar um efetivo diálogo entre saber científico e saber local, figura hoje como um importante desafio para a construção do conhecimento em agroecologia. Este trabalho busca contribuir para a geração e disseminação de práticas ecológicas de controle das doenças do bananal, particularmente da Sigatoka-amarela (Mycosphaerella musicola Leach), através de métodos participativos de experimentação, envolvendo agricultores, técnicos de campo e pesquisadores. Tratamentos diferenciados foram definidos em conjunto e testados em 18 parcelas experimentais instaladas em 6 propriedades localizadas em quatro diferentes municípios do Litoral Norte do RS4. Os resultados estão sendo monitorados através de um sistema de indicadores formulado pelos pesquisadores em parceria com uma equipe composta por 6 agricultores experimentadores. Análises preliminares apontam para uma melhoria geral das condições fitosanitárias dos bananais, sem diferenciação segundo os tratamentos5. Palavras chave: experimentação participativa, fitosanidade, banana, transição agroecológica

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são do autor, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.