ESTUDO DA MESOFAUNA (ÁCAROS E COLÊMBOLOS) E MACROFAUNA (MINHOCAS) NO PROCESSO DA VERMICOMPOSTAGEM: I - MESOFAUNA
PDF

Como Citar

Huber, A. C. K., Morselli, T. B. G. A., & Krolow, I. R. C. (2006). ESTUDO DA MESOFAUNA (ÁCAROS E COLÊMBOLOS) E MACROFAUNA (MINHOCAS) NO PROCESSO DA VERMICOMPOSTAGEM: I - MESOFAUNA. Revista Brasileira De Agroecologia, 1(1). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/6094

Resumo

Com o objetivo de estudar a densidade de ácaros e colêmbolos na vermicompostagem, utilizando estercos de bovinos, suínos, codornas, ovinos, eqüinos e de erva-mate e borra de café, em caixas de madeira, inoculadas com 200 minhocas adultas, desenvolveu-se um experimento no Minhocário do DS/FAEM/UFPel, Capão do Leão, RS, de 11 de março a 20 de maio de 2002. O número de organismos foi obtido utilizando-se Trampas de Tretzel e Funil de Tüllgren. Os resultados mostraram que: os colêmbolos aparecem em maior quantidade no esterco de bovinos tanto no interior como na superfície do material; o número de ácaros é maior no esterco de eqüinos, na erva-mate e na borra de café no final da vermicompostagem; o número de colêmbolos é maior no esterco de ovinos, na erva-mate e na borra de café no final da vermicompostagem. Palavras chave: mesofauna, vermicomposto
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são do autor, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.