PRODUÇÃO DE DOIS GENÓTIPOS DE MILHO EM ALÉIAS DE LEGUMINOSAS MATERIA SECA DE LEGUMINOSAS
PDF

Como Citar

Martins, P. A., Ferraz Jr., I. S. de L., Silva Filho, M. R. da, Anjos, O. O. dos, & Muniz, L. C. (2006). PRODUÇÃO DE DOIS GENÓTIPOS DE MILHO EM ALÉIAS DE LEGUMINOSAS MATERIA SECA DE LEGUMINOSAS. Revista Brasileira De Agroecologia, 1(1). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/6089

Resumo

A maioria dos produtores maranhense vive em péssimas condições, praticando uma agricultura rudimentar, baseada na queima da vegetação nativa para implantação de culturas de subsistência. O sistema de cultivo em aléias pode ser uma alternativa viável para a substituição do modelo de agricultura itinerante. Este trabalho teve como objetivo avaliar a produtividade de dois genótipos de milho em sistema de cultivo em aléias de quatro leguminosas arbóreas. Procedeu-se o plantio da variedade de milho “Assum Preto” e do híbrido “Ag1051” em aléias de Ingá(Inga edulis), leucena(Leucaena leucocephala), guandu(Cajanus Cajans), e sombreiro( Clitoria fairchildiana ).O sombreiro superou as demais leguminosas quanto à produção de matéria seca. Os genótipos de milho apresentaram aumentos de produção quando cultivados nas entrelinhas de sombreiro e da leucena, em relação à testemunha, provavelmente em função do maior aporte de nutrientes via a poda e adição dos ramos. O híbrido superou a variedade nos tratamentos com leucena e sombreiro. Os altos níveis de produtividade sem adubação nitrogenada de cobertura indicam que o cultivo de milho em aléias das leguminosas sombreiro e leucena é uma alternativa interessante para a substituição do modelo de derrubada queima.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são do autor, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.