PRODUÇÃO AGROECOLÓGICA E UTILIZAÇÃO DE PLANTAS MEDICINAIS COMO TERAPIA OCUPACIONAL PARA DOENTES MENTAIS

Como Citar

Vasconcellos, M. C., Luz, J. M. Q., & Corneta, Érico M. (2006). PRODUÇÃO AGROECOLÓGICA E UTILIZAÇÃO DE PLANTAS MEDICINAIS COMO TERAPIA OCUPACIONAL PARA DOENTES MENTAIS. Revista Brasileira De Agroecologia, 1(1). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/6051

Resumo

Este trabalho foi realizado na Clínica Psiquiátrica Jesus de Nazaré, no período de novembro de 1999 a setembro de 2000, fundada em 1993 através da Juventude Espírita de Uberlândia e já atendeu mais de 1800 pacientes. Atualmente, são atendidos 180 pacientes com doenças mentais. A filosofia da Clínica é (re)inserir os doentes mentais na sociedade tirando este grande estigma que rege as tradicionais formas de tratamentos psiquiátricos onde os pacientes são vistos e tratados como seres excluídos e isolados da sociedade. Há na Clínica um horto com mais de 100 espécies de plantas medicinais, que fornece matéria-prima para o laboratório de fitoterápicos da própria clínica, além de atuar como um local para realização de oficinas terapêuticas - os pacientes participam das atividades agrícolas. O objetivo deste projeto foi explorar as plantas medicinais como um recurso terapêutico mais acessível aos doentes mentais, havendo contudo, um suporte técnico no reconhecimento e identificação botânica, na produção de mudas e nos tratos culturais, em sistema agroecológico, das espécies de plantas medicinais presentes no Horto da Clínica.

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são do autor, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.